(Confissões de uma Águia misteriosa)

Dor? Sofrimento? Sim, sinto e tenho, mas nada é fácil nesse mundo. Enfim, se você se conforma com a vida que tem, é porque tem medo de tentar, e eu não tenho e lutarei até o fim.

Sobre a Águia

Minha foto
Eu não sou nada. Não posso querer ser nada. Mas tenho em mim todos os sonhos do mundo... Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador: o poeta pode contar coisas não como foram, mas como deveriam ter sido, enquanto o historiador deve relatá-las não como deveriam ter sido mas como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade o que quer que seja.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Sonhe...

Sonhe que o dia hoje vai ser lindo...
Sonhe que a semana toda será de paz...
Sonhe que vai conseguir cumprir com todos os seus compromissos...
Sonhe que vai realizar todos os seus objetivos...
Sonhe que vai ser forte o bastante para tomar as decisões necessárias...
Sonhe... mas acredite nos seus sonhos!
Pois acreditando neles você conseguirá que se realizem!
Mesmo que me digam... ainda que a própria 'vida' tente 'me dizer':
'Esqueça... não sonhe, pois é tudo bobagem.'
Eu não obedeço e continuo sonhando sim, pois aprendi que um dia todos os sonhos se realizam se você souber como buscá-los.
Então vamos sonhar não apenas com dias melhores,
mas com uma vida melhor!
Sonhe...
Eu sonhei, acreditei, fui à luta... Demorou mas consegui!!! =D

sábado, 18 de outubro de 2008

Crime Passional

Eu e outros milhões de brasileiros ficamos chocados com o fim do sequestro, de duas jovens, que aconteceu ontem. Fiquei sabendo quando cheguei de viagem ontem de madrugada...

Um rapaz de 22 anos incomformado pelo fim do namoro com uma jovem de 15 anos resolve ir conversar com ela, mas ele vai até a casa da garota com 2 armas e um saco cheio de munições. Com certeza ele estava mal intencionado. Resolve então fazer a ex-namorada e a amiga dela, também de 15 anos, reféns. Passa 4 dias com as garotas em cárcere privado. Enfim, o fim do sequestro resultou com a ex-namorada baleada com dois tiros [um na cabeça e outro na virilha], e a amiga com um tiro na boca. E o rapaz preso. A ex em estado grave no hospital, e a amiga fora de perigo.

Agora tudo isso por causa da IMATURIDADE desse jovem, que NÃO SABE AMAR, que acha que iria conseguir reatar o namoro fazendo uma palhaçada dessa. Que dizia amar a garota. Pra mim isso não é prova de amor, isso é um garoto mimado, que não sabe perder. O que se passou na cabeça dessa criatura pra fazer isso? Será que ele não queria só aparecer?
Mas o que me deixa mais triste é saber que esse não é o único crime passional, existem milhões de pessoas que acreditam que fazendo isso estará provando que ama.
Temos que colocar uma coisa na nossa mente: NINGUÉM É DE NINGUÉM... vamos aprender a perder, porque nem sempre ganhamos. Vamos aprender a ter AMOR PRÓPRIO.

Continuo chocado com tudo isso e torcendo pra garota se recuperar sem sequela. Mas termino esse post com um poema de Fernando Pessoa:

Enquanto não superarmos
a ânsia do amor sem limites,
não podemos crescer emocionalmente.
Enquanto não atravessarmos
a dor da nossa própria solidão,
continuaremos a nos buscar
em outras metades.
Para viver a dois, antes, é
necessário ser um.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Sentimentos

Procurei frases feitas para descrever o que a minha alma sente. Infelizmente não achei nada que me tocasse fundo, que pudesse traduzir todos os meu sentimentos nesse momento.
Mas não existe nada, nem ninguém que possa descrever o que sinto, senão eu mesmo. Só que não é tarefa fácil falar de alguns sentimentos quando eles ainda existem e "machucam"...

Meus sentimentos me confundem a todo instante, vão do "Norte ao Sul" com uma facilidade que não tem igual. Algumas vezes tenho esperança, outras tenho decepções.
Quero poder dizer tudo o que o meu coração guardou, e guarda, durante esses anos, mas uma voz me diz pra não fazer isso, a voz da razão.

Tenho vontade de cometer loucuras e acabar de uma vez por todas com tudo isso. Estou a um passo de assinar o meu atestado de loucura. Algumas pessoas me falam pra não fazer isso ou aquilo. Mas há uma necessidade em mim, algo mais forte do que eu. E vai ser preciso ser forte, afastar o medo e agir.
Sei que posso perder tudo, mas ainda há a possibilidade de ganhar tudo. Então tenho 50% de chance de VENCER.

Eu só quero apenas me libertar, só que pra isso acontecer é necessário passar por algumas desagradáveis experiências...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

21 anos

Há em mim um forte desejo de vencer,
fechar as portas ao passado e recomeçar.
O medo que me cerca
contraria esta vontade
de ter quem se orgulhe de mim.
Castigo-me, definindo-me,
decodificando conceitos e regras.
Na simplicidade do instinto
acabo por me encontrar.
A esperança rasga-me o pensamento,
abandono-me em ansiedade,
num impulso desesperado,
com o aperto de querer mudar.
Levo tudo o que sou,
o que aprendi sofrendo,
o que achei na felicidade.
A imoralidade que sinto,
que me faz amar tanto
e recear a solidão
é a arma que eu possuo
para vencer em glória
a perversidade do mundo.

(João Jacinto)

domingo, 5 de outubro de 2008

Quero ser uma Televisão


Oi,

Vou escrever pra você uma redação de um aluno que me emocionou muito. E acho que dá uma boa reflexão... A professora pediu para que os seus alunos fizessem uma redação e nela expressassem o que gostariam que Deus fizessem por eles.


"Senhor, esta noite peço-te algo de muito especial: 'TRANSFORMA-ME NUMA TELEVISÃO'.
Quero ocupar o espaço dela. Viver como a televisão da minha casa vive. Ter um lugar especial para mim e reunir a minha família em redor.
Ser levado a sério quando falar... Ser o centro das atenções e ser escutado sem interrupções ou perguntas.
Quero receber a mesma atenção que ela recebe quando não funciona. Ter a companhia do meu pai quando ele chega em casa, mesmo que esteja cansado. Que a minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida, em vez de me ignorar. E ainda, que os meus irmãos "briguem" para poderem estar comigo.
Quero sentir que a minha família deixa tudo de lado, de vez em quando, para passar alguns momentos comigo.
Por fim, que eu possa divertir a todos.
Senhor, não te peço muito... Só te peço que me deixes viver com intensidade, o que qualquer televisão vive!"


Me coloquei no lugar dessa criança e pude ver a realidade do mundo... ONDE ESTÃO AS FAMÍLIAS?
Fico impressionado e muito triste em saber que as famílias não estão mais unidas, não sentam mais à mesma mesa para fazerem as refeições, não conversam mais entre si. Tudo por causa da TELEVISÃO.

É um caso pra refletir... e a partir daí AGIR!!