(Confissões de uma Águia misteriosa)

Dor? Sofrimento? Sim, sinto e tenho, mas nada é fácil nesse mundo. Enfim, se você se conforma com a vida que tem, é porque tem medo de tentar, e eu não tenho e lutarei até o fim.

Sobre a Águia

Minha foto
Eu não sou nada. Não posso querer ser nada. Mas tenho em mim todos os sonhos do mundo... Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador: o poeta pode contar coisas não como foram, mas como deveriam ter sido, enquanto o historiador deve relatá-las não como deveriam ter sido mas como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade o que quer que seja.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Para meus AMIGOS!


"Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos, nem percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque sei que essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. E talvez fruto do meu egoísmo...
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!"


"A gente não faz amigos, reconhece-os."


Vinícius de Moraes

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Um novo capítulo...

Eu fiz loucuras pra te encontrar
Fui paciente pra te esperar
Fui seu amigo pra te entender
Sempre disposto a te escutar..
Me fiz mais forte para agüentar
Essa angústia de te esperar
Fiz palhaçadas pra te ver sorrir
Falei besteiras pra te alegrar..

Eu virei noites pensando em você
E em uma maneira de explicar..
Como isso tudo foi acontecer
Como por você fui me apaixonar.

Tudo que eu faço pensando em você
Quem sabe assim você vá se tocar
Que é só você fazer acontacer..

Me pus no seu lugar pra compreender
Mudei meus planos pra te acompanhar
Fiz absurdos pra te surpreender
Roubei estrelas pra te encantar..
Criei desculpas pra poder te ver
Já tomei chuva só pra te abraçar
Me escondi pra não te ver sofrer
E...

Me arrisquei pra não te perder
Abri meus braços pra me entregar
Eu não fiz nada pra esse amor nascer
Mais...

Clusters

---------------

Uma nova página da minha vida começa a ser escrita. Ainda continua a ser no mesmo livro mas agora com um novo capítulo.
Estou em pleno poder do meu coração, com ele inteiro, quer dizer, está com algumas cicatrizes mas nada que o tempo não cure...
A letra à cima descreve todo um processo criado durante 3 anos e que foi desfeito em apenas 2 dias. É logico que isso mexeu muito comigo, pois sou humano e feito de emoção. Mas sou forte, corajoso, e cheio de vida para seguir em frente. Não vou acabar comigo por causa de pessoas que não sabem dá valor ao que merece. Simplesmete viro a página e começo a escrever um novo capítulo. Antes de qualquer coisa, EU ME AMO...

2009 começou, e tenho toda a certeza do mundo que vai ser um ano cheio de realizações na minha vida. Principalmente no lado profissional...
Por enquanto, prefiro não expor os meus desejos, as minhas vontades e o que tanto almeijo nesse ano. Mas com certeza sei que muitas delas eu vou alcançar.

O coração é como uma folha de papel, depois que amassa nunca mais volta a ser o mesmo. Fica algumas falhas, alguns defeitos. Sabe o que é isso? São as marcas de um aprendizado.
Mas é tão bom quando você o sente bater por inteiro, mesmo com as cicatrizes, mas você sabe que ele está ali...

Enfim...

Feliz 2009!!!

E um novo ser, mais maduro, mais crescido "emocionalmente", começa a nascer...


P.S.: Em breve aqui neste blog "A descoberta de Miguel", um conto que vai fazer você enlouquecer. Escrito por mim.
Até breve...