(Confissões de uma Águia misteriosa)

Dor? Sofrimento? Sim, sinto e tenho, mas nada é fácil nesse mundo. Enfim, se você se conforma com a vida que tem, é porque tem medo de tentar, e eu não tenho e lutarei até o fim.

Sobre a Águia

Minha foto
Eu não sou nada. Não posso querer ser nada. Mas tenho em mim todos os sonhos do mundo... Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador: o poeta pode contar coisas não como foram, mas como deveriam ter sido, enquanto o historiador deve relatá-las não como deveriam ter sido mas como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade o que quer que seja.

domingo, 30 de janeiro de 2011

Vida Sem Roteiros

É, chega a hora de me despedir das tão almejadas férias.
Queria muito ter vindo mais vezes aqui nesse meu cantinho, mas estava com coisas tão interessantes na minha frente que as horas passavam e eu nem percebia. E agora estou me dando conta de quantas coisas eu disse que ia fazer nas férias, e não fiz nem metade. É por essas e outras que a melhor coisa que se tem a fazer, é não planejar. Com isso estaremos aberto para o que aparecer e não ficaremos tristes ou decepcionados por não ter feito o planejado.
E um dos motivos que exponho para não se planejar nada, é que sempre acontece coisas maravilhosas. Se não for sempre, é quase sempre. E não posso negar que me aconteceram coisas inesperadas, pra não dizer inacreditáveis. Até amor abstrato eu arrumei.
Isso pra não contar que quase quis criar uma criança - Essa parte eu vou ficando por aqui pois não é apropriada para o local.
Li uma quantidade razoável de livros para 30 dias de férias. E até na leitura aconteceu o que não foi planejado. Os livros que separei para ler voltaram para a prateleira. Pois chegaram outros novos e apropriados para uma leitura de férias. Reorganizei minha sessão de leitura. Comecei o ano lendo "Os Segredos de uma Mente Milionária", esse livro vai ficar na cabeceira da minha cama. Depois li "O Preço de Ser Diferente", que por coincidência, ou destino, me ajudou a compor meu novo personagem do monólogo MEDO DO ESCURO. O terceiro livro foi "A Última Música", esse é super recomendado para uma leitura de férias e descontração. E agora estou lendo "Uma Breve História do Mundo", ainda no começo pois as redes sociais acabaram me prendendo mais do que devia ao computador.
Como já falei lá em cima. Até nos relacionamentos novidades aconteceram. Arrumei um amor abstrato no show de Maria Bethânia, pois é, isso mesmo, coisas que só acontecem comigo, quem já não disse isso uma vez na vida? Então, aconteceu comigo, e não poderia ter sido com mais ninguém. Mas enfim, altas trocas de olhares o show inteiro, tudo era recíproco, fazia muito tempo que eu não vivia uma coisa assim. E eu vacilei por não ter ido falar, pedir qualquer contato que fosse. Acho que a minha timidez assumiu o controle da situação. O fato é que acabou o show e eu não consegui saber nada da criatura. Não sei nome, não sei onde mora, pra não dizer que não sei de nada, só sei o nome de um dos amigos que estavam na mesma 'roda' que a pessoa. O nome dele é "JOHN", aliás, nome não, apelido. Que é ainda mais complicado. E a probabilidade de eu achar é menor do que ganhar na mega-sena com um só jogo. Ou seja, praticamente nulo. Essa história passou a semana inteira povoando meu pensamento, só queria saber como encontrar, tentei todas as redes sociais, e amigos. Mas ninguém conhece esse tal de John. Agora me digam se isso não é uma verdadeira paixão abstrata?! Não sei nem se da outra parte está acontecendo a mesma confusão, ou será que fui esquecido sumariamente. Isso só o destino irá dizer, por enquanto tenho que viver a minha vida. Quando tiver que ser será.

Essas foram algumas coisas que me aconteceram durante as férias. Coisas que vão ficar aqui mesmo, nas lembranças das férias de 2011, e outras que vão ser prolongadas por mais tempo. E talvez até dure um período indefinido.
É isso que quero dizer. Não planeje nada com tanta precisão, com tanto roteiro. Deixa o momento acontecer. E só assim tudo vai ser aproveitado com mais intensidade e mais prazer.
Essa foi uma das lições que eu aprendi na escola da vida. É mais uma experiência vivenciada e guardada no saco dos ensinamentos. Mas sobre isso falarei em outra postagem, pois é um assunto que tem o que falar...
Pra quem ainda tem férias, aproveitem bastante. E para ambos os casos vivam uma vida sem roteiros. Assim seremos mais felizes e mais abertos a novas e boas situações. Encontrando coisas que nos é dada de presente pelo Universo. E desencontrando aquilo que nos faz sofrer, que nos prejudica.
Nunca esqueçam: Viver uma vida sem roteiros!

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Unidos Venceremos

Hey, pessoas!!
Quanto tempo não é mesmo?! Mas é que os ensaios estão de vento e popa, e também estou aproveitando essas últimas semanas de férias para fazer um check up na minha saúde. Aí já viu né?! O tempo parece que voa, então não sobra quase nada...
Espero que todos vocês estejam bem, curtindo pra caramba as férias, aproveitando ao máximo, e vivendo tudo que há pra viver. Se não estão fazendo isso, tratem logo de começar. Vai ficar aí olhando a vida passar é?

Apesar de tudo de bom que tem me acontecido, estou um pouco triste ultimamente. Fico mais triste ainda quando ligo a tv e escuto os desastres que estão acontecendo. É muito triste ver cidades lindas sendo arrastadas pela água, sem contar na população que vai junto... E o pior é que não há nada a se fazer, pois ninguém segura a natureza. E a força da água é imbatível.
Tenho dó dos homens que destroem a natureza, porque isso tudo que está acontecendo não é culpa da natureza, é culpa dos homens. Exclusivamente dos homens. É triste ter que admitir isso, mas é a mais pura verdade.
Bom, mas agora não temos que ficar lamentando, pois já aconteceu e não tem como voltar atrás. O que temos que fazer é reunir forças e ajudar essas pessoas que sobreviveram e perderam tudo. Tudo mesmo. Então só peço que você faça uma limpeza no seu guarda-roupas e tire aquelas roupas que não usa mais, aqueles cobertores que estão lá no fundo guardados sem nenhuma utilidade, enquanto pessoas estão passando frio. Vamos ser solidários, vamos ajudá-los... Sei que você está dizendo, mas um dia posso precisar desses cobertores, mas um dia se você precisar não se preocupe que Deus proverá. Tenho certeza que você já ouviu: "É DANDO que se RECEBE." Pois então, vamos arregaçar as mangas e vamos à luta.

UNIDOS VENCEREMOS!!!

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Os Segredos da Mente Milionária

Fiquei pensando o que escrever na primeira postagem do ano, e principalmente nesse período de férias. Pois ainda não aconteceu nada de tão extraordinário para que me motivasse a escrever. Mas preciso falar de um livro que estou lendo, esse sim está me envolvendo todo o tempo, desde que comecei a ler.
O primeiro livro de 2011 eu tive que escolher com todo cuidado, pois é ele quem vai motivar os meus trezentos e tantos dias que se seguem.

Então, o livro é do autor T. Harv Eker, um cara que superou os altos e baixos da vida, e se tornou milionário em apenas dois anos e meio. Hoje dá palestras pelo mundo ensinando a pensar como rico. O nome do livro é "OS SEGREDOS DA MENTE MILIONÁRIA", e posso dizer que estou amando. É uma verdadeira lição para quem quer ser rico. Ensina como deixar de ter uma mentalidade pobre e começar a pensar como milionário. Não pensem que é fácil, exige esforço e determinação, e acima de tudo força de vontade.
Divido com todos vocês uma das primeiras lições do livro. E nunca esqueçam: "PENSAMETOS CONDUZEM A SENTIMENTOS. SENTIMENTOS CONDUZEM A AÇÕES. AÇÕES CONDUZEM A RESULTADOS."
Tudo na nossa vida depende do nosso pensamento, surge a partir dele. Se você diz: "Eu quero ser rico", mas tem mentalidade pobre, sinto informar que o seu pensamento é mais forte do que o seu querer. E então o universo manda o que o seu pensamento deseja.
Desde que comecei a ler estou observando meu pensamento, meus desejos. Estou me prevenindo de qualquer pensamento que impeça de tornar minha mente milionária. Outra lição muito importante que estou trabalhando em cima, é o fato das queixas, das reclamações. Harv diz que "Queixar-se é a pior coisa que alguém pode fazer por saúde e riqueza." Ou seja, ficar se queixando de tudo, ficar reclamando daquilo que detestamos, é só o que vamos receber. Concentramos tanto o nosso pensamento em coisas que não gostamos, em coisas negativas, que acabamos atraindo em dobro para a nossa vida. A lei universal diz "Aquilo que focalizamos se expande."

Bom, mas acho que já falei demais. Se você gostou, e ficou curioso, eu indico essa leitura. Vai fazer bem para você, para o seu ego, e para o seu pensamento.
Agora vou voltar aos meus estudos, que minha mente precisa ser exercitada... rsrs