(Confissões de uma Águia misteriosa)

Dor? Sofrimento? Sim, sinto e tenho, mas nada é fácil nesse mundo. Enfim, se você se conforma com a vida que tem, é porque tem medo de tentar, e eu não tenho e lutarei até o fim.

Sobre a Águia

Minha foto
Eu não sou nada. Não posso querer ser nada. Mas tenho em mim todos os sonhos do mundo... Uma coisa é escrever como poeta, outra como historiador: o poeta pode contar coisas não como foram, mas como deveriam ter sido, enquanto o historiador deve relatá-las não como deveriam ter sido mas como foram, sem acrescentar ou subtrair da verdade o que quer que seja.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Balanço

"... São tantas já vividas. São momentos que eu não me esqueci..."

Lá se vai mais um ano. E como de praxe temos que fazer aquele balanço do ano que se encerra. Tudo que foi vivido, o que foi aprendido, o que tem que ser levado para o ano seguinte, o que tem que deixar para trás, na lembrança, o que tem que ser esquecido. Né?!
Dois mil e treze não foi um ano fácil para mim, mas isso não quer dizer que tenha sido ruim. Foi um ano que aprendi muito, digo em todos os aspectos da minha vida. Realizei alguns objetivos. Outros ainda não foi possível realizar. Ganhei novos amigos, me afastei de outros. Solidifiquei amizades verdadeiras e destruí as amizades falsas. Sorri muito, chorei bastante e tudo fez parte de quem sou hoje. Um homem mais maduro, um pouco inseguro (confesso), mas mais forte do que eu era.
Em 2013 senti saudades, MUITAS saudades. Saudade de tempos que não voltam, saudade da infância ingênua, saudade do lado bom de algumas pessoas, saudade de certos sonhos, saudade de amigos, de familiares. Saudade de não ter problemas, saudade de me curtir.
O fato é que vai chegando ao fim mais um ano de experiências e de crescimento. Não sei se sentirei saudades desse ano. Mas sei, e afirmo que espero muito para 2014.
Nada é como a gente quer, como a gente sonha, por isso que sempre fico angustiado nos fins de ano. A incerteza do que virá no ano seguinte é cruel. E como sou uma pessoa muito ansiosa, acabo sofrendo por antecedência. Mas a verdade é que tudo acontece para o nosso bem. Nada...
NADA acontece por acaso.

Então desejo a todos vocês um ano cheio de realizações, de muitas alegrias, de muitas aventuras, de muitas conquistas. Que 2014 venha recheado de muito amor, amor entre amigos, entre familiares, entre casais, entre irmãos, entre as pessoas.
Feliz ano novo!!!!!

"... Eu sei já sofri, mas não deixo de amar. Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções EU VIVI."

Nenhum comentário: